Darwin Awards 2008

A humanidade continua seu processo de melhoria contínua, eliminando os genes de indivíduos incapazes de aplicar as mínimas regras de bom senso. Terminou a votação para a premiação Darwin Awards 2008. Nesse ano o Brasil tirou o primeiro lugar. Mas foi uma disputa acirrada, pois outros candidatos, de várias partes do mundo, demonstraram excelência em cometer erros fatais de julgamento.

Continuar lendo

Darwin Awards 2007

Saíram os resultados do Darwin Awards 2007, um prêmio para aqueles indivíduos que “mais colaboraram para a melhoria do banco genético da espécie humana eliminando-se dele.” É uma espécie de Oscar da estupidez extrema. A premiação é concedida pela internet há 17 anos (desde 1991). Diversos livros já foram publicados sobre a premiação que em 2006 gerou até um filme de comédia. Conheça os três vencedores póstumos de 2007, com tradução simultânea para o português.

Continuar lendo

A probabilidade da Vida

Teólogos e cientistas se intimidam, se alvoroçam e se pavoneiam com uma questão simples. O que é a vida ? Os que se perdem com o significado tentam uma abordagem equivocada, considerar a vida um objeto ou uma propriedade de um objeto. Isso é um beco sem saída. Considere a vida um processo e com isso alcançaremos uma definição simples sobre a qual poderemos concordar. A probabilidade do processo da vida é enorme, dado que eu e você existimos. Mas foi fruto de eventos que sob a ótica de minha experiência, ou da sua, são extremamente improváveis.

Continuar lendo

O Porquê de Machos e Fêmeas

Depois que se sai da escola percebe-se que no mundo real é mais importante ser capaz de elaborar boas perguntas do que respondê-las. Encontrei em um site de perguntas e respostas uma boa pergunta: “As vantagens evolutivas da reprodução sexuada (aumento da variabilidade genética) não poderiam ser obtidas de modo mais simples com hermafroditas? Em cada encontro sexual, os 2 indivíduos poderiam fertilizar e ser fertilizados simultaneamente, o que me parece mais “econômico”… por que a natureza não adotou essa solução?”

Quando se questiona o que é muito básico, o que é tomado por certo e óbvio, tem-se a oportunidade, muitas vezes, de aprender algo profundo. A questão de por qual razão existem dois tipos de indivíduos, os machos e as fêmeas, em quase todas as espécies sexuadas é uma dessas questões interessantes. Naquele site, sob um pseudônimo, respondi a essa pergunta, e copio aqui a resposta, expandindo um pouco sobre as implicações que ela traz.

Continuar lendo

A Mediana Não É a Mensagem

Stephen Jay Gould foi um influente biólogo evolucionário que ensinou na Universidade de Harvard. Ele foi autor de pelo menos dez livros populares sobre teoria da evolução, e ciência, incluindo, entre outros, The Flamingo’s Smile, The Mismeasure of Man, Wonderful Life e Full House.

O texto abaixo escrito por Gould, originalmente com o título “The Median isn’t the Message”, é o que há de mais sábio e mais humano já escrito sobre câncer e estatística. É o antídoto tanto para aqueles que dizem que “as estatísticas não importam” quanto para aqueles que têm o hábito infeliz de pronunciar sentenças de morte para pacientes que enfrentam um prognóstico difícil. Qualquer um que pesquise na literatura médica encontrará estatísticas para sua doença. Qualquer um que ler o seguinte texto estará armado com lógica e esperança. Espero que a tradução do artigo para o português consiga trazer a sabedoria do Professor Gould para mais leitores.

Continuar lendo