Darwin Awards 2008

A humanidade continua seu processo de melhoria contínua, eliminando os genes de indivíduos incapazes de aplicar as mínimas regras de bom senso. Terminou a votação para a premiação Darwin Awards 2008. Nesse ano o Brasil tirou o primeiro lugar. Mas foi uma disputa acirrada, pois outros candidatos, de várias partes do mundo, demonstraram excelência em cometer erros fatais de julgamento.

O que é o Darwin Awards

O prêmio recebeu esse nome em honra de Charles Darwin o pai da evolução, e representa a evolução em ação, pois mostra o que acontece com aqueles que são incapazes de lidar com os perigos básicos do mundo moderno. Os eventos vencedores de um Darwin Award são fábulas macabras que nos fazem rir ao mesmo tempo em que nos ensinam as leis básicas do bom senso. Veja o exemplo o homem que passou por debaixo da cerca de proteção da montanha russa para buscar seu chapéu. Quando o próximo carrinho desceu, um passageiro azarado quebrou a perna em seu crânio. Ai! Do nosso ponto de vista, o homem que foi decapitado é um vencedor do Darwin Award, e sua história é apenas um outro episódio na saga da sobrevivência do mais apto.

Os vencedores do prêmio Darwin Awards são escolhidos por votação, pela internet. No entanto cada um deles precisa atender a um conjunto mínimo de critérios:

  1. Reprodução: eliminou seus genes, morto ou estéril;
  2. Excelência: discernimento sensacionalmente errado;
  3. Auto-seleção: causou o desastre por si mesmo;
  4. Maturidade: capacidade de julgar o que estava fazendo;
  5. Veracidade: evento verdadeiro, verificável.

Tudo é bem explicado no site oficial (em inglês).

Então sem mais delongas… vamos conhecer os resultados do ano de 2008!

Terceiro colocado: O furta-cabo

8 de Março de 2008, Zatec, República Checa | Aço é um metal valioso. Especialmente as ligas usadas na confeção de cabos de aço. Compradores de sucata não fazem perguntas e pagam a vista. Um bom suprimento de cabos pode ser encontrado em fossos de elevadores. Assim um ladrão determinado encontrou uma pequena mina de ouro na forma de um fosso de elevador de um silo graneleiro em Zatec, 60 km ao norte de Praga.

O cabo estava muito bem preso, e sua ponta se perdia nos altos da escuridão em que se pendurava. Com bastante tempo e esforço nosso amigo do alheio conseguiu com um pequeno serrote cortar o cabo de aço. Imediatamente o contrapeso do elevador começou a se mover silenciosamente para baixo, acelerando até bater no fundo do fosso.

Não ser capaz de julgar as leis de um país, cometendo roubos, é algo que pode levar à prisão. Mas não ser capaz de julgar as leis da física, ignorando suas consequencias, é algo ainda mais grave: pode levar à morte. O resultado foi mais um glorioso vencedor de um Darwin Award.

Confirmação do fato ocorrido: iDNES em checo

Segundo colocado: Segura o trem!

16 de Julho de 2008, Trento, Itália | O austríaco Gerhard Plattner, de 68 anos, estava no trânsito com seu carro esporte, uma Porsche Cayenne. A fila de carros num semáforo cruzava uma linha de trem. O Sr. Gerhard avançou e parou sobre a linha do trem quando o sinal ficou vermelho, deixando seu carro preso entre dois outros carros. Um trem vinha naquele exato instante e as cancelas desceram, deixando o Porsche entre elas. O Sr. Gerhard demorou para perceber que estava preso. Finalmente, quando se deu conta da situação, pulou para fora do carro e saiu correndo — na direção do trem! Acenava freneticamente na tentativa de salvar seu carro.

Teve sucesso: o carro ficou relativamente ileso se comparado com o motorista, que foi jogado pelos ares a uma distância de cerca de 30 metros. As testemunhas não podiam mais fazer nada por ele. Aqui, como sempre, valeram as leis da física: Quem tem o maior momento de inércia sempre leva a melhor.

Confirmação do fato ocorrido: Süd Tirol Online em alemão, l’Adige (foto aqui) em italiano

Vencedor do Darwin Awards 2008: O padre voador

20 de Abril de 2008, Paraná, Brasil | Adelir Antonio de Carli, padre de 41 anos de idade, decidiu bater o recorde mundial de vôo com balões de festa inflados de gás hélio. Queria divulgar seu plano de construir um “descanso espiritual para caminhoneiros”. Foi equipado: vestiu um macacão especial, um para-quedas, escolheu uma cadeira flutuante, levou um GPS e um telefone via satélite. Só esqueceu de um pequeno detalhe: como usar o GPS.

Ele queria ir para o Mato Grosso do Sul. Mas os ventos mudaram (como as vezes costumam fazer) e o padre foi soprado inexoravelmente na direção do mar aberto. Ele poderia ter saltado de para-quedas enquanto ainda estava sobre terra — mas preferiu não fazê-lo. Quando viu que estava sobre o mar, prudentemente usou o telefone via satélite e pediu ajuda. Mas o resgate não conseguiu chegar até ele sem as coordenadas de localização. O padre ficou tentando sem sucesso ler o GPS enquanto a bateria do telefone acabava.

Ao invés do GPS, Adelir deixou Deus ser seu guia. E Deus o guiou diretamente para o céu. Pedaços de balões foram aparecendo nas praias e nas montanhas, e por fim o corpo foi encontrado no mar, comprovando que Adelir, ao contrário de seu precursor Larry Voador , tinha abandonado o mundo dos vivos.

O juízes do Prêmio Darwin Awards consideraram o Padre como sendo duplamente merecedor do troféu 2008. Todos os padres católicos se comprometem com o celibato, e por isso não deixam descendentes — fazendo jus a um Darwin Award coletivo, como categoria. Adelir então ganha duas vezes: uma por ser padre, e outra por ter de forma tão peculiar se despedido da vida.

Confirmação do fato ocorrido: TV Record, Paraná Online , entre outros


Brasileiros já foram agraciados com o prêmio em 2003 e 2006. Veja:
Relação oficial dos vencedores do Darwin Awards 2008 em inglês
Todos os finalistas dos anos anteriores em inglês
Outros casos traduzidos em português


Se você gostou deste post também deve gostar de:
O padre voador e as noivas recalcitrantes
Darwin Awards 2007

Anúncios

Uma resposta em “Darwin Awards 2008

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s