Pikluk: Como tornar a internet segura para crianças, passo a passo

A internet é um lugar ótimo, cheio de conteúdo educativo e atraente para crianças de 3 a 9 anos. Mas também tem dificuldades e conteúdo indesejável. Não seria ótimo para os pais se houvesse uma solução 100% segura e amigável para deixar seus filhos surfando a internet? Pois ela existe, e é um programa gratuito chamado Pikluk. Descobri esse programa a cerca de 6 meses atrás e desde então meus filhos de 4 e 5 anos vêm usando ele avidamente. Este artigo é para explicar (em português) como instalar o Pikluk em seu micro e fazer da internet um lugar onde seus filhos podem brincar com tranquilidade e segurança. Eu sei que o artigo é longo. Mas, confie em mim, o processo é simples, e ao fim seu filho fará valer a pena.

O que é o Pikluk?
O Pikluk é, essencialmente, um navegador simplificado gerenciado pelos pais. Ocupa a tela inteira do micro. Enquanto a criança o está usando, não consegue entrar em qualquer outro programa do PC, e além disso só consegue acessar os sites que você pré-selecionou. Ou seja, todos os sites que você achar seguro para seu filho ou sua filha surfar, ele poderá acessar completamente. Os outros, mesmo que através de linques presentes nos sites seguros, não serão acessados (ao fim deste artigo há algumas sugestões de sites educativos, seguros e divertidos para crianças de 4 a 6 anos). Além disso o PikLuk oferece um sistema de email seguro em que os pais podem cadastrar quais outros endereços de email a criança pode enviar e receber mensagens (vovó/vovô, os tios, colegas de classe…). Assim você não precisa se preocupar com quem ela está trocando mensagens na internet.

Veja abaixo a tela que seus filhos vão ver quando estiverem usando o Pikluk. O navegador é em inglês, mas na verdade nem dá para perceber, tão simples que é. Indiquei o que fazem os botões na tela inicial — garanto que seus filhos vão aprender a usar em 30 segundos.

Para colocar o PikLuk em seu micro você deverá seguir três passos, que vou esclarecer abaixo. O primeiro é opcional, os outros dois são necessários:

  1. Criar uma área só para suas crianças no Windows (opcional, recomendado)
  2. Criar uma conta no Pikluk e registrar os sites e emails permitidos
  3. Baixar e instalar o programa Pikluk em seu micro (grátis)

Não é muito complicado, e eu vou ensinar passo a passo.

Primeiro passo: Crie uma área só para crianças no Windows
Conforme disse, isto não é realmente necessário, pois o navegador PikLuk funcionará de qualquer forma. Mas foi o que eu fiz aqui em casa. É uma boa idéia pois ao mesmo tempo facilita o uso das crianças (menos coisas para clicar) e dá segurança aos adultos (as crianças não vão bagunçar suas áreas de arquivos no Windows). Com o tempo, além do PikLuk, você poderá usar essa área só para crianças para instalar outros programas educativos e jogos para elas. Separado e seguro para os pequenos.

As instruções a seguir são para o Windows XP (no Windows Vista é parecido). Para criar uma área para seus filhos (se você é o usuário principal do seu micro) basta seguir os seguintes passos:

  1. Clique no menu “Iniciar” e escolha “Painel de Controle”
  2. Vai aparecer a janela do Painel de Controle. Procure um ícone com duas cabecinhas onde diz “Contas de Usuário”. Clique ali.
  3. Vai aparecer uma janela com “Escolha uma tarefa”. Escolha “Criar uma nova Conta” (a segunda setinha verde).
  4. Vai aparecer uma nova janela pedindo um nome para a nova conta. Escreva “Crianças”, ou o nome de sua filha ou seu filho, e clique em “avançar”.
  5. Escolha o tipo de conta. Para as crianças, escolha “Limitado”. Em seguida clique em “Criar Conta”.
  6. Pronto! A conta das crianças foi criada e vai aparecer na tela inicial do Windows XP.

Agora estamos prontos para o próximo passo.

Segundo Passo: Crie uma conta no PikLuk e registre os sites e emails permitidos
O PikLuk é um programa que não funciona sem os pais terem feito um cadastro de o que os filhos podem e não podem acessar na internet. Portanto vamos começar por esse passo. É muito simples, mas como o site deles está em inglês vou fazer um passo a passo. Note que o serviço é totalmente gratuito, sem tempo para expirar. Existe uma opção “Premium” com algumas opções a mais, que você pode considerar mas ela é realmente desnecessária se você não quiser colocar mais do que cinco sites para as crianças.

Vamos lá: clique aqui para ir para o site do Pikluk . Chegando lá, primeiro clique no botão “Get it Now”. Vai aparecer um formulário. Nele, escreva um login, senha, seu endereço de email e clique no botão verde que diz “Sign Up Now!” (cadastrar agora!). Todos os botões e campos que você vai precisar estão explicados na figura abaixo.

Tela de cadastro inicial no Pikluk.

Pronto, escreva e guarde esse login e senha para você usar no futuro. Vamos continuar agora. O próximo passo é escolher os sites que seus filhos poderão ver na internet. Depois que você se cadastra, conforme explicado acima, você chegará nesta tela abaixo, que te convida a fazer exatamente isso!

Tela de boas vindas ao Pikluk.

Clique naquele botão verde ali embaixo que diz “Add a Child”. Vai aparecer a tela a seguir. Ela pede para você entrar com o nome, ano de nascimento, e sexo de seu filho ou filha.

Cadastrando uma criança no Pikluk.

Clique no botão verde (“OK”) e seu filho já está cadastrado dentro de sua conta. Mesmo que você tenha mais de um filho, sugiro cadastrar apenas um filho. Digo isso por três razões. Primeiro, que você terá menos trabalho para configurar o programa (supondo que seus filhos tenham idades e gostos parecidos, como os meus). Segundo, que assim seus filhos não precisarão se identificar ao entrar no programa — basta iniciar o Pikluk e usar. Terceiro, e talvez mais importante, porque para cadastrar mais de um filho você teria que registrar o programa (ao custo de US$ 19,99 por ano, ou pouco menos que R$ 50,00).

Como adicionar um site para que seu filho acesse no Pikluk
Agora vem a parte principal, o objetivo de todo o processo: dizer ao Pikluk quais os sites nos quais você confia, para que seus filhos pequenos possam surfar, brincar e se acostumar com os computadores. Minha experiência é que já a partir de quatro anos de idade as crianças se sentem confortáveis usando a internet (e na verdade até antes disso, se tiverem ajuda de adultos). No final deste artigo vou dar algumas sugestões de sites que estão entre os favoritos de meus filhos. Por ora, clique na aba “Websites”, depois de ter cadastrado seu filho.

Cadastrando sites no Pikluk.

Ao clicar em Websites uma tela como a acima (ou parecida) surgirá. Haverão alguns sites já pré-cadastrados (em inglês). Sugiro manter o PBS Kids. Clique no cesto de lixo para deletar os que não quer deixar no acesso de seu filho. Note que no máximo você pode deixar 5 (cinco) sites na lista dos permitidos, por estar usando a versão gratuita do Pikluk.

Para adicionar um site que queira que seu filho acesse (por exemplo, o Discovery Kids Brasil, que eu recomendo), clique no botão “Add a Website”. Esse botão fica embaixo, a esquerda. Depois preencha os três campos do formulário que aparece (nome, endereço do site, descrição) e clique o botão “OK”. Pronto!

Como cadastrar pessoas com quem seu filho poderá trocar emails
Se seu filho não precisa de email, fique a vontade para pular esta seção. Esta é uma funcionalidade do Pikluk que eu ainda não uso, pois meus filhos ainda estão aprendendo a escrever. Mas está lá, você pode querer usar, e por isso ensinarei como.  Lembre-se da idéia aqui: uma conta de email em que só destinatários/recipientes pré-aprovados podem receber/enviar mensagens de email para seu filho. Vamos ver como fazer isso. Não é muito diferente do cadastro de sites permitidos — e, melhor ainda, não tem, tanto quanto eu saiba, limite de quantidade de emails permitidos.

O primeiro passo é criar um email “@pikluk.com” para seu filho ou sua filha. Isso é fácil e gratuito. Vá na aba “Children” e clique a opção para que seu filho possa acessar email pelo Pikluk, conforme mostro abaixo. Aliás, essa opção pode sempre ser clicada novamente para ligar/desligar o acesso (para, por exemplo, deixar a criança “de castigo”).

Dando acesso de email para seu filho no Pikluk.

Se for a primeira vez que você habilita o email para seu filho ou filha aparecerá uma tartaruguinha (ver abaixo) perguntando qual endereço de email seu filho gostaria de ter. Escreva o que quiser para ser o endereço de email (letras e números, sem espaços), e clique “OK”. Se estiver disponível, será seu! Essa etapa é feita apenas uma vez, e criará o email que você poderá dar para os avós, tios, amiguinhos de escola, etc.

Tela em que se escolhe o endereço de email que a criança usará no Pikluk.

Feito isso, clique na aba “Emails” para cadastrar os emails dos avós, tios, amiguinhos de escola que poderão trocar emails com seu filho ou sua filha. O processo deve ser familiar se você já cadastrou os sites para seu filho acessar.

Como cadastrar emails com os quais seu filho pode se comunicar no Pikluk.

Pronto? Não se preocupe se esqueceu de alguém. Os pais podem depois se logar no site do Pikluk e adicionar mais emails outro dia. Também poderão, a qualquer tempo, ler os emails dos filhos, tanto os recebidos quanto os escritos, para se certificar de que está tudo bem.

Terceiro Passo: Baixe o programa Pikluk e instale no micro que será usado por seu filho
Depois que já tiver feito todo o registro, baixar e instalar o programa Pikluk em seu filho é a menor das tarefas. Clique no botão “Download”, que está na página principal (ou seja, no “Dashboard”). Aproveite que está nessa tela e ligue a opção para as crianças usarem o Pikluk no “modo quiosque”. Nesse modo quando o Pikluk estiver rodando nenhum outro programa será aberto sem as crianças sairem do programa, e para sair do programa será necessária a senha do adulto.

Como ligar o modo de quiosque e baixar o Pikluk.

Na verdade o próprio site explica, em inglês, como instalar o programa é tão fácil quanto “1-2-3”. Veja abaixo o diagrama (o passo quatro diz “Pronto, acabou!”).

Instalando o Pikluk em três passos.

Quais sites da internet são adequados para crianças?
Bem, cada pai deve ter seu próprio critério, e provavelmente já terá em mente um site que seus filhos querem acessar. Senão, para comecar, seguem sites para crianças que recomendo (sendo que os dois primeiros são os grandes favoritos aqui em casa):

  • Discovery Kids Brasil — brincadeiras com os personagens queridos daquele canal da TV a cabo, tudo escrito e falado em português. É o site favorito aqui em casa. Pudera, pois entre outros tem Jakers, Bruno e os Bananamigos, Save-ums e os super-populares Backyardigans!
  • PBS Kids — o fato de ser em inglês provavelmente não vai desanimar seus pequenos, quando eles perceberem que neste site tem jogos e interatividade com George Curioso, Caillou, Barney, Clifford (o gigante cão vermelho), Arthur, e outros.
  • Barbie Brasil — especial para meninas, o site todo cor-de-rosa da boneca mais popular dos últimos 40 anos está pronto para sua filha brincar de trocar de roupa e enfeitar a casa da Barbie.
  • Disney Channel Brasil — seja porque seus filhos gostam de assistir a programação do Canal Disney na TV a cabo, seja porque você não tem o canal Disney na sua TV, deixe eles experimentarem com o site interativo do Canal Disney: um pouco comercial, como o da Barbie, mas bastante conteúdo também. Destaque para High School Musical, Hannah Montana e o Playhouse Disney.
  • Cartoon Network Brasil — apesar de estar meio em português, meio em espanhol seus filhos vão gostar de descobrir ali o Ben 10, Meninas Superpoderosas, Laboratório de Dexter, a Mansão Foster para Amigos Imaginários e, se forem corajosos, Billy e Mandy. Muita coisa para clicar e explorar. Recomendável, no entanto, para crianças mais velhas, que já saibam ler, pois há muitos menus, coisas escritas na tela, e a navegação é um pouco mais complicada.
  • Canal Kids — também para crianças um pouco mais velhas, não conta com o atrativo de grandes personagens da televisão, mas é muito bem feito e tem muito conteúdo cultural e educativo. Lá seu filho pode, por exemplo, descobrir onde tem museus em sua cidade!

Boa sorte, espero que com isto seus filhos possam se divertir de forma segura na internet!


Se você gostou deste post também pode gostar de:
Sete ótimos jogos em flash para as férias
Três protetores de tela com jogos clássicos

Restaram dúvidas? Use a seção abaixo, seja específico na descrição do problema encontrado.

Anúncios

Uma resposta em “Pikluk: Como tornar a internet segura para crianças, passo a passo

  1. Parabéns pelo tutorial!
    Sou pai e me preocupo bastante, não somente com meus filhos mas com todas as crianças, tanto que se você acessar um dos meus blogs ( http://blog.seuservo.net ), verá que o tema atual (pelo menos até o presente momento) é infantil/família.
    Sucesso e precisando de alguma coisa referente a este assunto, sobre TI ou outros,sei lá quais, coloco-me à disposição.
    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s