Trinta veículos atuais, elétricos e híbridos

Tentei escrever artigos sobre veículos elétricos em uma dada profundidade, vejam o Tesla Roadster, o Aptera Typ-1 e a Vectrix MaxScooter. Os artigos foram bem acessados, o tema gerou interesse, é atual. Gostaria de continuar a escrever extensos artigos sobre cada um desses veículos incríveis. Mas não consigo: são muitos! Então, aqui vai um post com amplitude, mas não profundidade. Aqui vai um longo catálogo cheio de fotos para mostrar a imensa variedade de veículos elétricos que vêm surgindo na era do petróleo a US$100.

Você se recorda de assistir aquela montagem de filmes em preto e branco, com máquinas extremamente esquisitas do começo da aviação? Uns batem asas, outros descem do telhado em uma rampa, outros giram uma espécie de saca rolhas no topo, quase todos se espatifam no chão (acho que um tal de 14-Bis não se espatifou). Então, estamos agora numa era similar de explosão criativa, pois a alta do preço do petróleo e as questões ambientais roubaram a base de sustentação para os tradicionais veículos a combustão. E nesse momento de incerteza (qual a solução que substituirá o motor a combustão tradicional?) a criatividade flui. Nos países que têm capacidade técnica e capital de risco candidatos a carro do futuro estão chegando a toda hora. Nesta galeria, pode contar, são mais de trinta modelos diferentes.

Toyota Prius

Antes de começar a galeria de grandes carros do futuro, é interessante fazer uma homenagem ao Toyota Prius, o carro híbrido do presente. Dos carros desta página, o Prius é o único que hoje é real, comercial, em produção e já plenamente integrado. É um carro híbrido (eletricidade/gasolina) que não precisa ser plugado: a energia elétrica é gerada pelo motor a combustão — algo que parece ser estranho, a princípio, mas na prática implica em uma eficiência energética enorme. Veja então duas imagens do Toyota Prius, e se quiser visite a página do Prius do site da Toyota em Portugal, para conhecer mais.

Um detalhe que eu acho interessante sobre o Prius, e reflete como o carro presta atenção em detalhes tecnológicos, é que o carro é aberto por proximidade. Ao se aproximar do carro com a chave no bolso, é só puxar a maçaneta que a porta abre. Porquê ninguém mais pensou em fazer isso?

GEM Electric MotorCar, uma aposta da Chrysler

Como todos sabem a Chrysler, fabricante dos carros Dodge, estava muito mal das pernas, foi adquirida pela DaimlerBenz (fabricante dos carros Mercedes) e, depois de alguns anos, vendida pela Daimler para fundos de investimento pois não conseguiam dar jeito da companhia ficar rentável. Era de se esperar que uma moribunda dessas não estivesse olhando para carros elétricos, certo? Mas está. Na verdade há uma empresa, chamada Global Electric Motorcar, ou GEM, que pertence à Chrysler e está totalmente focada em carros elétricos. Não sei se perguntaram para a GM o que ela achava do nome. Mas visite o site da GEM, conheça os carros que eles vendem (são seis modelos). Tudo pé no chão. E parece que da frota de veículos elétricos licenciados hoje na Califórnia, 15,000 veículos, 12,000 são modelos da GEM. Mineirinho come-quieto. Tão quieto que você provavelmente nem sabia que a GEM assinou um acordo com a Tata, maior fabricante de automóveis da Índia, para fabricar veículos elétricos naquele país.

GM-Volt

Tantos independentes e novos entrantes tentando, e o que a gigante de Detroit está fazendo? Aqui vem a resposta da General Motors, o Volt, um carro híbrido que sem dúvida parece mais sério e atraente que a grande parte dos carros nesta página. Veja a imagem abaixo, e conheça mais o projeto no site da empresa (infelizmente em inglês). A GM pretende iniciar a produção em no segundo semestre de 2010, e imagina produzir entre 60 mil e 100 mil unidades por ano. Há que esperar…


Nissan Mixin

Outras grandes montadoras também começam a se apresentar para a largada dos veículos elétricos. A Nissan apresentou o carro-conceito Nissan Mixin no salão do Automóvel de Frankfurt em 2007. O interior do carro, além de todo o resto, é futurístico, muito bonito.

Mitsubishi Hybrid Concept-CT

Este aqui é um carro conceito híbrido elétrico/gasolina (como o Toyota Prius, que já está em produção a algum tempo), apresentado pela Mitsubishi em 2006 .

E também há o i-MIEV (sigla de “Mitsubishi Innovative Electric Vehicle”), um esportivo elétrico lançado no Tokio Motor Show de 2007 , abaixo.

Fisker Karma, outro candidato americano ao pódio de carro esporte elétrico

O Fisker Karma, da Fisker Automotive, é um carro extremamente bonito, como a imagem abaixo demonstra. Sem dúvida seria um competidor à altura do Tesla Roadster. No entanto deverá chegar ao mercado quase dois anos mais tarde. Dois anos é muito tempo em indústrias de alta tecnologia. Além disso, a Fisker não é um empreendimento tão bem financiado quanto a Tesla, e pode não ter condições de levar o projeto até o fim, como destacou uma reportagem do NY Times. Boa sorte a eles.

Think, um carro elétrico norueguês

Também a Noruega tem uma empresa que desenvolve, e vende, pequenos carros elétricos. O Think é um carro urbano, pequeno, no espírito do Smart, bem ao estilo europeu. Sua autonomia é de respeitáveis 180km, mais do que suficiente para rodar tranquilo na cidade. Conheça-o no site da Think. Veja uma imagem do pequeno automóvel abaixo.

A norueguesa Think é reconhecida por seu pioneirismo na área de veículos elétricos — está inclusive prestando assessoria à americana Tesla Motors. Entretanto foi muito criticada pelo desenho do seu primeiro veículo elétrico (veja abaixo) apelidado de “Torradeira sobre rodas”.

Venturi Eclectic, um carro elétrico francês

A Venturi é uma empresa francesa conhecida por fazer esportivos belíssimos, desejadíssimos. E se “aventurou” no território dos carros elétricos. Como a Think, acima, seu primeiro design foi um carro elétrico de traços bizarros. Como se fosse um daqueles calhambeques do início da história do automóvel. Veja mais sobre o Venturi Eclectic aqui.

Por outro lado a empresa se redimiu com este outro modelo, o Venturi Fetish, designado como o “primeiro carro esporte elétrico de linha”. Verdade? Não sei, pois não investiguei se foi mesmo produzido. Mas é mais um carro elétrico com sanha de substituir carros tradicionais. Veja as imagens abaixo.

Myers Motors, um carro elétrico alemão

Os alemães são famosos pela excelente engenharia e pelo desenho em geral careta de seus automóveis. Este exemplo de engenharia alemã, no entanto, tem um desenho pior do que careta: o carro parece um pé de sapato ambulante. Mas é elétrico e, como os outros carros nesta página, almeja mudar o mundo. Conheça o site da Myers Motors e veja o seu carro abaixo.

Zenn, um carro elétrico canadense

A Zenn Cars produz no Canadá o Zenn, um pequeno carro elétrico que pode ser visto nas imagens abaixo. Interessantemente Zenn é a sigla de “Zero Emissions, No Noise” (zero emissões, nenhum barulho). Lançado em 2006, ele é um dos que já alcançaram o mercado.

No site da empresa você pode configurar um para você e descobrir quanto custa — cerca de 18 mil dólares canadenses, sem impostos. Lá há também muitos detalhes técnicos, vídeos, etc.

Hotzenblitz, um carro elétrico suiço

Uma empresa chamada Treffpunkt Zukunft (traduz-se esse nome como “Ponto de encontro: Futuro”) produz na Suiça pequenos carros elétricos, de baixa autonomia. Claro que isso não impediu uns hackers endinheirados de alterar o projeto para conseguir autonomia de 400km, seis a oito vezes mais que a original. Veja uma foto do Hotzenblitz abaixo.

NICE Mega, um mini carro elétrico inglês

O nome da empresa, “NICE”, além em inglês significar simpático, supostamente é composto das iniciais da frase “No Internal Combustion Engine”, ou seja, Nenhum Motor de Combustão Interna. O Mega foi apresentado em 2006 e é mais um daqueles carros pequenos e de pequena potência para cidadãos ecológicos e cidades sem espaço. Veja a imagem abaixo e consulte o site da companhia.

Leo Motors, um candidato coreano

A Coréia do Sul, país com forte indústria automobilística liderada pela Hyundai, tem em uma pequena empresa local, a Leo Motors, exemplo de empreendedorismo em veículos elétricos. A Leo Motors possui um catálogo amplo de veículos de duas, três e quatro rodas, como o abaixo.

leomotors.png

Eliica EV Supercar, rápido, estranho e japonês

O Eliica (Electric Lithium Ion Car) consegue chamar a atenção por alcançar altíssimas velocidades e por ter 8 (oito!) rodas. Veja as imagens abaixo. Nenhuma razão é dada para os eixos adicionais, e a aparência da criatura me faz desconfiar que ela nunca será mais do que uma curiosidade excêntrica. Ainda assim, parabéns para o que o realizaram. Mais informações em português na wikipedia.

O design acima é uma variação deste outro na foto abaixo, que se chama KAZ e que foi desenvolvido na Universidade de Keio, no Japão. Apresentado em 2004, ele alcançou 370 km/h, o que o faz o carro elétrico mais rápido do mundo. Na foto o seu criador, Professor Hiroshi Shimizu.

VentureOne, um triciclo elétrico inglês

Nada como começar um projeto com um objetivo ambicioso. No caso do VentureOne a meta é: 100 milhas por galão, 100 milhas por hora. Traduzindo para o sistema métrico não fica tão redondinho, mas é igualmente impressionante: 42 km por litro, 160 km por hora. O VentureOne é um veículo híbrido (eletricidade e gasolina) que deverá ser vendido, segundo seus projetistas, por US$ 20.000. Fará de zero a 100 km/h em 7 segundos. Veja a foto abaixo de uma máquina já construída por eles. No site há desenhos de versões mais modernas e atraentes na mesma plataforma. E é interessante ver como esse veículo faz curvas nos vídeos disponíveis no site da empresa.

Silence PT2, um projeto do Canadá

O carro elétrico abaixo, criado por canadenses, parece ter desistido de atingir o mercado. Pois quando se acesso o site da empresa eles anunciam que as vendas serão iniciadas na primavera de 2007… mas já estamos quase na primavera de 2008! De qualquer forma, veja o pedigree da criatura abaixo. E mais fotos neste link.

XR3-Hybrid, modelo independente americano

Desenvolvido por um projetista independente americano chamado Robert Q. Riley, o XR3 teve um protótipo desenvolvido. O projetista pretende vender instruções completas para que hobbistas construam um veículo igual, ao custo de US$ 170-US$ 200. Procure como comprar os planos na página do projetista, mas saiba que ainda não estão disponíveis. De qualquer forma o projeto vem sendo desenvolvido pelo menos desde 2006, é real e há muitos detalhes online, inclusive referências a artigos e reportagens (tudo em inglês).

Trev, um carro elétrico australiano

Construido por estudantes da Universidade do Sul da Australia, o Trev está em processo de licenciamento para rodar em estradas. Sendo um projeto estudantil, não é algo que provavelmente compraremos muito em breve. Mas aí está ele, todo pronto e rodando, neste link e na foto abaixo.

ZAP Alias

Mais um carro elétrico de três rodas, com uma única roda traseira, fabricado com o apoio da Lotus (sim, a empresa inglesa da Fórmula 1). Albert Lams, ex-presidente da Lotus Engenharia, é o presidente do conselho da joint venture que desenvolve o Alias (nome provisório, aliás). As especificações técnicas preliminares impresionam. A empresa diz que o carro produzirá 320 HP através de dois motores elétricos nas rodas, e com isso conseguirá ir de zero a 100 em 5.7 segundos. Também diz que terá uma velocidade máxima próxima de 200 km/h e uma autonomia de “pelo menos” 250 quilômetros por carga.

Um grande ponto de venda é que eles anunciam que o modelo será vendido por US$ 30.000 (menos de um terço o preço de outro esportivo elétrico, o Tesla Roadster). Por US$ 5.000 você entra na fila de espera, se tiver coragem. Conheça mais no site , que diz que o modelo estará disponível no segundo semestre de 2009. Veja uma imagem do ZAP Alias abaixo.

ZAP Xebra

O Xebra tem, obviamente, um nome ridículo. Em inglês a pronúncia soa como “Qui-Zebra”. Claro que a palavra “Zebra” não tem a mesma conotação lá que a que tem no Brasil. Mas não bastava o nome, o Xebra é um carrinho feio, muito feio. Parece uma Romi-Isetta daquelas que o seu avô se lembra. Mas já está aceitando pedidos e custa “apenas” US$ 11.200 — difícil achar um carro elétrico mais barato que não seja um carro de golfe. Ele é oferecido também em uma versão mini-caminhão — que, desconfio, não deverá ter mais apelo do que as mal fadadas motos de carga, aqui no Brasil. Pois o Xebra tem capacidade de carga de apenas 150 kg (303 pounds), velocidade máxima de 65km/h, autonomia de 40km. Penso eu, quem vai comprar um carro assim? Aliás, como o carro esportivo acima pode ter um irmão assim?

ZAP Obvio, a conexão brasileira

“Brazilian design!”, assim é colocado em destaque no site da ZAP. De fato, com um pouco de pesquisa descobrimos que uma empresa do Rio de Janeiro, Brasil, é a autora do desenho dos modelos ZAP Obvio 828 e ZAP Obvio 012. Bons desenhos, diga-se de passagem. Há até protótipos já funcionando. Os detalhes do projeto, com parcerias anunciadas, contatos políticos em Duque de Caxias e planos de uma unidade de produção aqui no Brasil estão nesta página. Tudo muito empolgante, iminente — mas é bom lembrar que a companhia ZAP tem um histórico ruim de prometer e não entregar (vide artigo da Forbes inglês) , e pode ser, ela mesma, uma espécie de empresa-bolha-da-internet da era do carro elétrico. Aparentemente o futuro da Obvio e o futuro da ZAP estão ligados, e portanto são igualmente incertos. Vamos aguardar e ver… enquanto isso, aprecie o belo design do 012 e, abaixo, o 828. Ambos são carros elétricos.

E, provando que o Obvio 828 é mais que só um desenho, veja um vídeo com o pequeno carro rodando.

Pedaço de Nuvem, Peixe de Detroit e Livro de Músicas, estes são chineses

Os carros elétricos criativos estão vindo de todos os lados! Estes aqui são da China, e foram apresentados ao público americano em Detroit. São todos desenvolvidos por uma empresa de Pequim chamada Li Shi Guang Ming Auto Design. Veja o site da empresa, o link é para a versão em inglês. Lá inclusive são dados os preços e as especificações dos três carrinhos. Que tal isto como criatividade? Parecem carros de desenho animado, alguns deles. Mas se as fotos são surpreendentes, veja só os nomes dos protótipos (de cima para baixo): “Piece of Cloud” (Pedaço de Nuvem), “Detroit Fish” (Peixe de Detroit, segundo eles o carro é anfíbio), e “Book of Songs” (Livro de Músicas). Matéria original da Wired. Sim, viva a criatividade dos carros elétricos.

Takara 2010, só mesmo no Japão

Um carro pequeno ou um carro de brinquedo? A Takara é uma indústria japonesa de brinquedos que lançou um carro elétrico em 2002, com o nome de Takara 2010. É um carro com desenho divertido capaz de levar um adulto. Segundo a empresa, seu foco empresarial não muda: continua focada em brinquedos, mas não só brinquedos para crianças.

Spark EV Comet, a ser fabricado na China

Mais um que ainda está em planos, mas que já tem preço publicado: quase 40 mil dólares. O Spark EV Comet é o veículo futurístico de uma empresa que já oferece vários outros veículos elétricos em seu site. Mais um dos que optaram por fazer em três rodas (talvez para evitar as estritas legislações de segurança que recaem sobre os veículos de quatro rodas nos EUA). Veja as imagens abaixo. Lembra muito o Aptera.

Pininfarina Sintesi, do estúdio italiano

Enquanto é definitivo que a italiana Pininfarina se associou à francesa Bolloré para produzir carros elétricos, ainda não se sabe qual será a base do projeto. Veja artigo (em inglês). Especula-se que será construído as partido do conceito Sintesi, da Pininfarina, que pode ser visto na imagem abaixo.

Toyota i-Real, olhando o futuro

Esperem, se a Toyota já produz hoje os carros híbridos que todos falam em produzir, o que ela pensa sobre o futuro? Entra em cena o veículo conceito Toyota i-Real: um legítimo carro elétrico. Ele vai se tombando para trás a medida que acelera, e parece ser bastante confortável. Isso sim é que é transporte pessoal. Não tem nem mesmo espaço para bagagem, aparentemente! Você pode ver um vídeo do aparelho filmado no Tóquio Auto Show de 2007. Infelizmente o vídeo dá ao veículo uma aparência meio rígida e sem agilidade, mas pode ser que seja um estágio da tecnologia, apenas. Se você gosta deste estilo de veículo elétrico, não deixe de ver também o conceito i-Swing, da mesma Toyota.

Segway, a revolução que não aconteceu

Quem se empolga com conceitos como o do Toyota i-Real, acima, precisa de tomar uma dose de cautela. Muitos esperavam que a Segway trazia a máquina que revolucionaria o transporte pessoal, vendendo a bela invenção de Dean Kamen. Mas não aconteceu — acabou encontrando alguns nichos de mercado, mas nem arranhou o domínio do automóvel de quatro rodas para transporte pessoal. De qualquer forma, vale a pena conhecer o Segway, um veículo que só poderia ser elétrico, dada a responsabilidade de equilíbrio que recai sobre os motores. Este sim, se você não conhece, só vai entender vendo o vídeo. A Segway pode ser comprada por cerca de US$ 5.500 nos Estados Unidos, e já está em fabricação há uns três ou quatro anos.

E agora, José?

Agora temos que esperar para ver, talvez em 4 ou 5 anos, quais vencedores vão sair deste mega torneio técnico-econômico. Será que a promessa dos carros elétricos vai se cumprir? Se sim, qual versão, ou qual companhia, vai vencer? Conseguirão os novo-entrantes abalar a posição de mercado das grandes montadoras? Os grandes modelos virão pelo topo do mercado, como os super esportivos, ou da ponta dos mini-carros, baratos e de baixa potência? Os modelos “fora da norma”, como o Segway, i-Real ou Aptera, terão algum impacto? Quais países vão participar do jogo? Tenho vontade de dizer agora: “Não perca o próximo episódio de… Os carros do Futuro!”


Se você gostou deste post também deve gostar de:
Um carro elétrico e desejável Tesla Roadster
Aposta na moto elétrica Vectrix
Conheça o Aptera, carro elétrico futurista

Anúncios

10 respostas em “Trinta veículos atuais, elétricos e híbridos

  1. E a primeira vez que vi tanto carro eletrico em uma mesma pagina,muito bom mesmo.So acho que ja deveria algns modelos disponiveis para nos brasileiros,ja que vivemos num pais que se diz tao democratico

  2. Vivendo na {asia e conhecendo alguns modelos das viaturas TATA, adorei conhecer novos modelos, cujos criadores se preocupam com o meio ambiente.
    O meu muito obrigado pela oportunidade que me deu.
    Saudações amigas

  3. Esses carrinhos tipo o Hotzenblitz carro elétrico suiço, mesmo a gasolina, ajudariam muito nos lugares com poucos estacionamentos. Pela imagem mostrada, cinco carrinhos caberiam muito bem em duas vagas para carros normais.

  4. Parabéns pela página, muito boa, realmente são muitos carros elétricos em uma mesma página e a qualidade das fotos e comentários também estão muito elevados, de ótimo nível!
    Criei um blog sobre esse assunto agora e espero chegar a esse nível em breve.

    Abraço

  5. Ola, gostei muito das fotos e comentário dos elétricos.Estou montando uma moto elétrica, já estou na faze final, estou fazendo um tipo de veiculo que poderá ser um meio de transporte barato, fácil de fabricar e dar manutenção, em qualquer oficina nos cinco continentes.
    Quem tenha zero de poluição sonora,de gases, ágil,e de simples manuseio,com custo baixo para enfrentar as concorrentes do mercado.
    Montar uma moto, um helicóptero, ou mesmo um avião e outros meios de transporte veículos em geram. É muito simples, basta ter um motor elétrico de C.C. de baixa voltagem, 48,36,24,12v
    Colocar no eixo do motor uma polia, engrenagem, ou pinhão e uma corrente ou correia e engatar esta corrente na roda traseira da moto, bicicleta, Hélice do avião ou helicóptero.
    é só alimentar com energia elétrica da tomada ou das baterias e ver a magia do funcionamento desta maquinas.
    quaro que para aperfeiçoar é necessário mais alguns equipamentos, uma central ou placa eletrônica para comandar os freios, aceleração,as baterias,sistema elétrico, etc.
    mas basicamente só é necessário ex: a bicicleta precisa de um motor com uma engrenagem e ligar esta engrenagem do motor com a da roda traseira é só ligar na energia elétrica ou nas baterias e pronto simples assim.
    Por favor mostre esta mensagem para o publico em geral e veja com é fácil despoluir o mundo nos meios de transporte em geral. o carro elétrico foram idéias iguais a esta que você esta recebendo que fizera esta tecnologia sair da minha cabeça e girar os cinco continente.
    A idéia foi a bicicleta com um farol e um dínamo ligado na roda e no pneu era só pedalar para fornecer a energia para se obter a luz.
    Outra coisa foi encontrar um parâmetro para a potencia dos motores elétricos para terem força necessária para os veículos.
    Onde pesquisei um dínamo que tivesse potencia suficiente me lembrei dos bondes elétricos de antigamente e a G.E. utilizava um dínamo de 55KW
    ou seja 55.000 v que imaginei um em cada roda dos carros elétricos seria 55 x 4 = 220.000v.
    estes parâmetros surgiram os motores elétricos que tem em média 200.KW ou 200.000 v
    A moto que estou fabricando será equivalente a uma 150 cc para atender a todo o mercado mundial.

  6. Pena que os brasileiros estejam dormindo de botina:
    Só aquí existe energia limpa para acioná-los. Carrega a noite quando as hidroelétricas estão descansando. La fora a poluição apenas muda de lugar: tocam 6 por 1/2 dúzia.
    hugo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s